Tecnologia e Coaching: binómio vencedor?

Por o 4 Janeiro 2021

Vivemos permanentemente conectados às novas tecnologias. É inquestionável que as redes, os meios e os dispositivos digitais estão a redefinir a realidade das empresas e também a redefinir as pessoas.

Este processo de mudança tem vindo a ocorrer há já muito tempo. Os membros das gerações mais jovens são considerados “nativos digitais” e, daqui a poucos anos, os millenials constituirão a maioria dos trabalhadores ativos.

Posto isto…

…que impacto terá a tecnologia no coaching do futuro?

Com a chegada das mudanças, surgem novos desafios, mas também novas oportunidades. Umas terão de ser superadas; outras, aproveitadas.

Sem dúvida, a digitalização permite que o todo o tipo de conteúdos esteja mais próximo das pessoas de forma rápida e (mais ou menos) simples, os mais jovens costumam desenvolver-se com facilidade nesses contextos. Um coaching virtual e on-line é, muitas vezes, uma opção totalmente justificada. Está ao nosso alcance aproximar o mais possível a experiência ao coaching tradicional, ou seja, não perder a parte mais humana do processo.

A inteligência artificial poderia tornar-se num aliado nos processos de transformação de pessoas?

Poderia, claro. Mas não nos devemos esquecer de que o coaching é humano, o objetivo do coaching é transformar pessoas, e, nesse processo, estas são guiadas por outras pessoas. Mas a inteligência artificial oferece muitas possibilidades, especialmente durante o processo. Ou seja… Não devemos confundir o meio com o fim.

Em conclusão: está nas nossas mãos continuar as boas práticas, incorporando, ou não, as novas tecnologias e as metodologias de hoje, e assegurar um coaching de qualidade que garanta o sucesso nas transformações das pessoas e organizações.

Nós continuaremos a apostar em fazer as coisas bem, sem renunciar ao toque humano, sempre necessário.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe