A importância da ética na prática do coaching

Por o 28 Março 2019

Em todas as profissões, a ética é uma componente extremamente importante. É a partir dela que os profissionais das mais variadas áreas sabem os limites até onde podem chegar no desempenho da sua função.

Na prática do coaching, a ética tem também um papel importante para mostrar aos coaches, os profissionais em coaching, como devem comportar-se e agir, tanto perante os seus clientes, os coachees, como perante a comunidade de restantes profissionais.
 

 
A ICF – International Coach Federation – desenvolveu, por isso, um código de ética que visa padronizar o conjunto de regras pelas quais a conduta dos coaches deve ser gerida, seja entre colegas, seja na relação com os clientes.
 

Só com um grande sentido ético e um claro conjunto de valores é que um coach consegue ter sucesso na sua função.

O sigilo profissional, a honestidade para com o cliente e o respeito pela sua privacidade, não descurando nunca a responsabilidade para com as próprias ações, são umas das características que mais se valorizam na ética de um coach.
 

O código de ética dos coaches

No longo artigo sobre a conduta ética a seguir na prática do coaching apresentado pela ICF, são vários os pontos que explicam como um coach deve agir nas mais variadas situações.

Entre eles,  destacam-se o cuidado que o profissional deve ter para não misturar os seus interesses pessoais com a sua profissão, lutando sempre para impedir que estes influenciem de alguma forma as suas ações para com o cliente.

O código deixa claro que o coach deve procurar ajuda profissional e suspender imediatamente a sua atividade na área se reparar que não está a conseguir ser imparcial e transparente no trabalho efetuado com o cliente, que não deve nunca ser julgado e colocado numa posição de desconforto.

Algo com que o coach deve também ter cuidado é com a privacidade dos dados dos seus clientes. O coach pode, sem querer, entre amigos ou num ambiente familiar, deixar passar algumas informações sobre os seus coachees. Além de trair a confiança ao seu cliente, o coach está a colocar em causa a própria integridade da área onde trabalha quando esta deve ser vista como uma disciplina segura e de confiança na sociedade.

Caso estas condições não estejam asseguradas, o trabalho desenvolvido não estará a ser o mais correto e transparente. A transparência e a verdade são, inclusive, algo que os indivíduos que recorrem a esta área muito prezam. O coach deve ter o cuidado de deixar sempre todas as informações bem claras perante o seu cliente para não correr o risco de, num momento futuro, ser acusado injustamente de ter falhado.
 

A importância de seguir uma conduta ética

Numa área ainda confusa aos olhos de muitos cidadãos, os coaches que mostrem uma ética ímpar para com os seus clientes e colegas estão a valorizar-se não só a si, mas também à própria área de coaching, contribuindo de uma forma bastante positiva para a sua promoção e desenvolvimento perante a sociedade.

De qualquer modo, para seguir de forma correta uma conduta ética e profissional, um profissional do coaching deve ter uma formação certificada na área.

Através das formações da CEGOC, o formando será reconhecido não só como um profissional de coaching como também possuirá as ferramentas e competências necessárias para seguir uma conduta de ética segundo os princípios estabelecidos pela ICF.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Programa de formação de Coaches profissionais - Nível Inicial

/5 - Voir tous les avis

Outra publicação do mesmo tema

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe