O poder do Coaching Sistémico de Equipas dentro das organizações

Por o 18 Fevereiro 2019

Com o desenvolvimento e a expansão das técnicas de coaching nos últimos anos, várias foram as variantes desta área que se foram formando e especializando. Uma delas é o Coaching Sistémico de Equipas, que tem ganho cada vez mais popularidade e força junto das empresas.

É exatamente para as organizações que esta variante de coaching é indicada, sendo responsável não só por melhorar as relações no interior da empresa, mas também as ligações com os clientes e stakeholders.

 

 

O Coaching Sistémico de Equipas age por todo o sistema

Muitos, ainda desconhecedores quanto ao que o coaching realmente significa, tendem a confundir termos diferentes como Coaching de Grupo e Coaching Sistémico de Equipas.

Ora o primeiro é orientado para membros de um grupo, não tratando a equipa como um todo e os vários indivíduos que a compõem como parte desse todo. É aqui que reside a principal diferença para o Coaching Sistémico de Equipas. Este, tal como referido acima, trabalha com toda a equipa daquele grupo, tanto de uma forma conjunta como também de forma individual com cada membro. Como o nome indica, esta tipologia de coaching abrange e opera com sistema inteiro de recursos humanos.

Peter Hawkins, professor, consultor, escritor e também investigador responsável por vários estudos sobre o Coaching Sistémico de Equipas, no seu livro “Leadership Team Coaching: Developing Collective Transformational Leadership”, define uma equipa produtiva como aquela que “se encontra e comunica de uma forma que aumenta a moral e interage com todos os contactos da empresa de modo a aumentar o seu rendimento, entregando uma constante aprendizagem e desenvolvimento aos seus membros”.

O Coaching Sistémico de Equipas é então responsável por tornar as interações de todos os membros de uma organização muito mais produtivas e rentáveis, tanto entre os próprios membros como entre os membros e os seus stakeholders, sejam eles clientes, fornecedores ou parceiros.

 

As 5 disciplinas do Coaching Sistémico de Equipas

O professor Peter Hawkins tornou-se especialista em Coaching Sistémico de Equipas e, a partir dos seus estudos, desenvolveu um modelo que apelidou como Modelo das 5 Disciplinas.

 

Segundo este modelo, para as equipas serem produtivas, têm de dominar e relacionar 5 disciplinas muito importantes:

  • Validação (Comissioning)
  •  Esclarecimento (Clarifying)
  • Co-criação (Co-Creating)
  • Comunicação (Connecting)
  • Aprendizagens Essenciais

A validação visa explicar aos colaboradores o porquê de estarem na empresa e naquele contexto, através da validação feita pelos restantes agentes da empresa, sejam eles interiores ou exteriores. Por outro lado, o esclarecimento tem como função fazer o funcionário entender o que está ali a fazer, qual o seu papel para a empresa e para os seus objetivos.

Já a co-criação ajuda os colaboradores de uma empresa a perceberem como devem trabalhar em conjunto e a serem produtivos em equipa. A comunicação tem o papel de tornar os funcionários como reais representantes da empresa no contacto com o exterior

Por fim, as aprendizagens essenciais fazem os colaboradores refletirem sobre como podem evoluir e melhorar as suas capacidades de trabalho e de relacionamento na empresa.

 

As mais-valias do Coaching Sistémico de Equipas para uma empresa

Para o sucesso das empresas, esta forma de coaching revela-se fundamental. Não só permite que as equipas se reorganizem de uma forma mais produtiva, trazendo resultados mais positivos para organização, como também torna os relacionamentos entre todos os colaboradores bem melhores, aperfeiçoando o ambiente de trabalho.

Como o Coaching Sistémico de Equipas se foca nas relações entre os vários membros de uma empresa e não nos membros em concreto, conclui-se também que o maior desafio e o segredo para levar uma empresa ao sucesso é melhorar a relação existente entre todos os seus agentes.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Systemic Team Coaching Programme - Level 1

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe