Alertas na contratação de um coach executivo

Por o 19 Dezembro 2018

O coaching é uma das vertentes profissionais em maior crescimento. Segundo dados de 2016, da  International Coach Federation (ICF), existem 53.300 especialistas credenciados na área, a nível mundial.

De facto, são cada vez mais as empresas que reconhecem a mais-valia de ter um profissional especializado em coaching a orientar as suas decisões e escolhas. Isto, porque o apoio de um coach permite melhor reflexão e introspeção e, assim, concluir sobre algo de forma mais clara, com vista a atingir o objetivo definido.

Contudo, se pensa em contratar um coach executivo no futuro, saiba como fazê-lo. Procure alguém que cumpra os requisitos necessários para exercer o cargo.

 

Para o ajudar nesta busca, reunimos determinados aspetos aos quais deverá estar atento na altura de contratar um profissional de coaching:

Background ambíguo e a importância da certificação

Alguns coaches parecem esconder algo associado ao seu contexto profissional. Evitam falar sobre o que fizeram no passado, que certificações ou formações adquiriram e recorrem a inúmeros termos técnicos que, no fundo, pouco ou nada significam.

Como forma de detetar este tipo de perfil, coloque questões sobre a respetiva experiência profissional (com que empresas ou pessoas trabalhou anteriormente) e qual o seu historial académico. Igualmente, questione acerca dos seus objetivos de carreira, em que trabalhos e publicações esteve envolvido e, se necessário, faça uma pequena pesquisa no Google ou peça referências.

Em especial, procure sempre por profissionais credenciados e que apresentam certificação reconhecida.
Certifique-se que lida com um coach cujo percurso profissional se encontra devidamente documentado e sustentado por factos verídicos.

Método irrealista

Algumas pessoas dão conselhos, dicas e propõem métodos de atuação que, num primeiro instante, parecem brilhantes. Contudo, mais tarde, revelam-se irrealistas e de realização impossível, gerando elevados níveis de desmotivação.

Por vezes, a pessoa que se intitula de profissional de coaching é, simplesmente, um marketer, com grande capacidade de persuasão. Demonstram habilidade para influenciar o cliente e levá-lo a acreditar num sucesso rápido e fácil de atingir, mas cujo plano de ação não é possível de ser concretizado.

Têm resposta para todas as questões

Ninguém é especialista em todas as matérias. Contudo, determinadas pessoas aparentam ter competências para responder a qualquer que seja a questão, independentemente da temática.

Um bom profissional de coaching admite que algo se encontra fora da sua zona de conforto, se este for o caso. E, se assim for, acabará por reconhecer que não é o recurso ideal para orientar o cliente, da forma específica que é necessária e adequada a determinada situação e contexto. Propõem, assim, outro colega de profissão ao qual poderá recorrer para atingir o seu objetivo.

Em suma, mantenha-se alerta se detetar algum dos sinais aqui apresentados, na altura da contratação de um profissional de coaching. De igual modo, foque-se nas características que o seu futuro coach executivo deverá demonstrar como, por exemplo, capacidade de comunicação, elevada acessibilidade, habilidade para facilmente criar empatia e aptidão para ouvir ativamente os demais.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Programa de formação de Coaches profissionais - Nível Inicial

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe