Andar preocupado é coisa de gente tola

Por o 13 Março 2018

Estar ocupado ou pré-ocupado são duas coisas distintas. Porém, há muito boa gente que confunde as duas.

 

Andar preocupado é coisa de gente tola

 

A pré-ocupação, normalmente, ocorre em simultâneo com a ocupação mas em total desalinhamento. Por outras palavras, pensamos numa coisa quando, supostamente, estamos ocupados a fazer outra. Quando “nos movemos na preocupação”, o nosso pensamento e a ação não estão verdadeiramente alinhados.
Assim, quando estamos preocupados, não estamos verdadeiramente concentrados naquilo que estamos a fazer. A preocupação é um modo de usar a mente que diminui a presença de espírito e, obviamente, inibe o usufruto que o sujeito pode retirar da ação que executa.

 

Atenção que planear e estar preocupado também não é a mesma coisa. Estar preocupado com algo (enquanto fazemos outra coisa qualquer), é uma coisa, estar ocupado no planeamento do que pretendemos realizar, é outra, completamente distinta.

 

A preocupação consome energia desnecessária, retira eficácia à ação e, sobretudo, inibe o usufruto perante a vida. No entanto, fornece amiúde, uma confortável ilusão de utilidade.

 

Em jeito de provocação, deixo a ideia de que a preocupação é o principal passatempo dos tolos (no sentido do baixo nível de consciência em que se movem) e de quem não tem muito que fazer mas que precisa de se sentir útil.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Programa de formação de Coaches profissionais - Nível Inicial

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe