Os vários tipos de Coaching (parte 2)

Por o 6 Outubro 2017

O tema, já abordado anteriormente, não se esgota num único texto –  já que são vários os tipos de coaching existentes. Continuando a temática, aqui ficam mais três estilos e abordagens ao coaching.

Diferentes Tipos de Coaching - Blog de Coaching da Cegoc

A Abordagem Psicodinâmica ao Coaching

Durante mais de 100 anos, o pensamento psicodinâmico tem sido um corpo de ideias altamente influente sobre o funcionamento da mente humana. O termo psicodinâmico refere-se a uma ampla linhagem de modelos que se concentram no papel dos processos inconscientes do comportamento humano e, mais especificamente, na relação dinâmica entre as diferentes partes da mente. Desde a primeira descrição de Freud (1922) sobre a psicanálise, tem havido muitos desenvolvimentos, alguns construídos sobre as ideias de Freud e a sua ênfase em movimentos instintivos e outros que fornecem formulações bastante diferentes. Uma perspetiva psicodinâmica contemporânea vê a regulação das emoções (ao invés de instintos) como sendo o coração de grande parte do comportamento humano. Como resultado de relacionamentos anteriores, particularmente aqueles que envolvem os nossos pais ou cuidadores mais antigos, desenvolvemos estratégias distintivas, mas inconscientes, para regular as nossas emoções e para construir um senso de autoidentidade.

Trabalhar com a transferência e a identificação projetiva é um dos aspetos mais desafiantes da abordagem psicodinâmica, porque os sentimentos desordenados do coachee são projetados inconscientemente no coach e, com esses sentimentos, muitas vezes desafia ao limite a capacidade própria do coach para a regulação emocional. Visto como um método para otimizar o desempenho nas organizações, habilidades e formação de desempenho, tornou-se uma intervenção de desenvolvimento estabelecida. A abordagem psicodinâmica não parece ser o ajuste mais óbvio num contexto onde a ênfase é no cumprimento de certos padrões de competência comportamental. No entanto, em muitas situações, a mudança de comportamento não pode ser alcançada sem entender os problemas subjacentes que bloqueiam a mudança.

A abordagem centrada na solução para o Coaching

Todas as formas de coaching, de uma maneira ou de outra, procuram desenvolver soluções para as questões trazidas pelo cliente. O que torna diferenciador o coaching focado em soluções? Como é diferente de outras formas de coaching? A abordagem centrada na solução para coaching coloca a ênfase primária na assistência ao cliente, de forma a definir um estado futuro desejado e para construir um caminho, tanto no pensamento quanto na ação que auxilia o cliente a alcançar esse estado. Isso contrasta com outras abordagens, evitando grande parte da definição de estado do problema. Ao fazê-lo, a abordagem centrada na solução está situada diretamente numa epistemologia construtivista – mantendo que os eventos e os seus significados são ativamente construídos assente no diálogo, do que simplesmente na experiência (O’Connell, 1998).

A abordagem Gestalt ao Coaching

Os profissionais de um contexto clínico estarão certamente familiarizados com a Gestalt da arena terapêutica (Gestalt therapy), o que pode ser menos conhecido é a teoria e prática relacionada às aplicações da Gestalt ao nível organizacional. O coach que utiliza a abordagem Gestalt esforça-se para desenvolver uma qualidade de interação baseada em inclusão, parceria colaborativa, forte contato e compromisso com o diálogo. O formador é encorajado a aprender as mensagens da terapia Gestalt relacional e da terapia relacional em geral, da importância da compaixão, bondade, empatia e humildade. O formador Gestalt funciona tanto com o coração como com a cabeça e instinto.

Se o formador estiver genuinamente envolvido na experiência, também usufruirá com a experiência, adquirindo crescimento e aprendizagem. Se por outro lado, permanecer firmemente no controlo e não conseguir render-se ao “intermediário”, as oportunidades de aprendizagem serão perdidas e a mensagem para o coachee é que a formação é um processo de aprendizagem unidirecional. As implicações da abordagem relacional Gestalt podem apresentar-se como intrigantes e emocionantes, promovendo a possibilidade de um alto nível de satisfação do profissional. O que pode ser aliciante, mas igualmente assustador.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Programa de formação de Coaches profissionais - Nível Inicial

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Avatar

Graça Tavares Desde 3 anos

Gostaria de ser informada sobre certificaçoes de coach, nas várias áreas.
Obrigada

Resposta
Bruna Ferreira

Bruna Ferreira Desde 2 anos

Obrigada pelo comentário, Graça Tavares. 🙂
Saiba mais sobre formação para certificação de coaches profissionais, processos de coaching para pessoas e equipas, e ainda sobre desenvolvimento de competências de coaching para Gestores e Líderes na página da Escola de Coaching Executivo da CEGOC, em: https://www.cegoc.pt/escola-coaching-executivo/
Acompanhe também as nossas novidades subscrevendo a nossa newsletter em: https://www.cegoc.pt/newsletter/

Resposta

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe