Fases do Executive Coaching

Por o 24 Fevereiro 2017

Uma das formas de realizar o Executive Coaching (ou Coaching Executivo) é através do método Simplificar, Clarificar e Modificar.

 

S8-BLOG-COACH-680X250

 

Realizar Coaching Executivo através do método Simplificar, Clarificar e Modificar tem como base a experiência adquirida, ao descrever uma abordagem geral de um processo faseado.

Primeiro de tudo é essencial perceber o que são executivos: indivíduos em situações de chefia, que tomam decisões muitas vezes pressionados e de forma solitária em grandes empresas e que têm de resolver problemas complexos no dia-a-dia.

 

Simplificar, Clarificar e Modificar

Ao realizar coaching com executivos, é possível implementar uma trajetória com 3 pontos essenciais:

  • Simplificar
  • Clarificar
  • Modificar

 

Simplificar

Os executivos, por norma, experienciam grande complexidade na forma como se ligam com situações específicas face à sua abordagem cognitiva. Há que simplificar isso ao olhar para a causa do problema e descobrir onde é que as coisas boas se tornaram más. Na maior parte das vezes é possível minimizar a dimensão do problema a uma questão concreta como falta de motivação.

 

Clarificar

Agora que o problema está simplificado, é importante passar para a próxima fase. Peça ao seu cliente para clarificar esse problema. Qual a origem “das coisas” e como é que poderia ter procedido de forma diferente. A base de qualquer coaching é ter consciência de que apenas o seu cliente pode mudar, e mudar o resto do mundo não faz parte desta “aventura”. Por exemplo, se um executivo descobre que não consegue estar a par das coisas porque não entende o detalhe dos diversos aspetos do processo, é necessário perceber o ponto exato a partir do qual o processo começou a correr mal para definir uma ação realista e direta para proceder a um plano de mudança.

 

Modificar

Mudar comportamentos é crucial para ter um executive coaching de sucesso. Uma conversa não é suficiente. Até os líderes mais brilhantes têm de mudar o seu comportamento de vez em quando. No exemplo mencionado, o executivo tem de modificar o seu plano para estar a par de situações complexas. Como podem os resultados ser medidos? Será que ele pode pedir ajuda a outras pessoas? Existe alguma forma de treinar as suas capacidades analíticas? Será que ele consegue libertar algum tempo da agenda para avaliar e repensar a situação com outro executivo?

 

Para lá desta abordagem geral do executive coaching, é necessário ter competências de coaching extremamente bem treinadas para conseguir lidar e ajudar esta exigente tipologia de clientes.

 

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Programa de formação de Coaches profissionais - Nível Inicial

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe